Terça-feira
28 de Setembro de 2021 - 
"O direito não é nada além do mínimo ético."

Integra

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Previsão do tempo

Hoje - Barra de São Franc...

Máx
32ºC
Min
21ºC
Predomínio de

Quarta-feira - Barra de S...

Máx
32ºC
Min
21ºC
Predomínio de

Quinta-feira - Barra de S...

Máx
31ºC
Min
21ºC
Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,35 5,35
EURO 6,26 6,26

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Últimas notícias

1,3 milhão de pessoas ainda não fizeram prova de vida do INSS no estado de São Paulo

Cerca de 1,3 milhão de pessoas ainda não fizeram a chamada “prova de vida” do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no estado de São Paulo e podem ficar sem os benefícios da Previdência Social. O prazo para a realização da atualização cadastral termina neste mês para quem deveria ter feito em setembro e outubro do ano passado. A prova de vida é uma atualização no cadastro para evitar fraudes e pagamentos indevidos. Quem recebe aposentadoria, pensão ou qualquer outro benefício da Previdência Social há mais de um ano precisa fazer a prova de vida enquanto for beneficiário. Quem deveria ter feito o recadastramento em setembro e outubro de 2020 tem até o fim deste mês para atualizar o cadastro e quem tinha como prazo novembro e dezembro do ano passado pode fazer até o mês que vem.   Prova de vida: INSS pulga novo calendário Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória   Por causa da pandemia, a prova de vida deixou de ser obrigatória em março de 2020, mas voltou a ser exigida em junho deste ano. Izabel Freitas cuida da mãe, dona Plácida, que, por conta do Alzheimer e de outros problemas de saúde, não consegue mais se locomover.   Elas estão preocupadas. Ainda não conseguiram fazer a prova de vida de dona Plácida no INSS. Como ela está com 80 anos, tem direito de receber em casa a visita de um servidor da Previdência Social. “Eu tô tentando, de todas as maneira ligar lá, me informar e eles falam que tá em análise, análise, análise... E eu não obtenho resposta nenhuma”, afirmou Izabel. Agência da Previdência Social; INSS — Foto: Divulgação Para a grande maioria dos beneficiários, a prova de vida deve ser feita no banco. “A prova de vida antes da pandemia já era dessa forma e ela continua sendo o meio onde ela faz a prova de vida é direto na agência bancária, no banco onde ela faz o recebimento mensal, tem conta corrente onde recebe o benefício, é o meio principal”, afirmou chefe da Divisão de Benefícios do INSS em SP, Anderson Borges. É preciso checar se dá para fazer pelo aplicativo, pelo caixa eletrônico ou se tem que ser presencialmente, mesmo. Isso varia de banco para banco. Uma alternativa para parte dos beneficiários que tem foto cadastrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) - é usar o aplicativo “Meu INSS”. Vai ser necessário informar números de documentos pessoais e tirar uma foto.   Quem não fizer a prova de vida pode ter o benefício suspenso. “Não fazendo a prova de vida gera um primeiro bloqueio do pagamento, se ela for e realizar a prova de vida no banco o beneficio é desbloqueado automaticamente”, disse Anderson Borges. Na casa da dona Plácida, o dinheiro faria falta. “Pra remédio, pra pagar a cama hospitalar que ela possui, para pagar a refeição dela, que é uma dieta especial. Não é muito, mas me ajuda demais e, se cortarem, dificulta”, afirmou Izabel Freitas.
Visitas no site:  908143
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia